[Rails Summit 2009] Palestrante Ilya Grigorik

2009 September 27, 20:18 h - tags: railssummit2009

Rails Summit 2009

English translation: click here

Ilya Grigorik é um desenvolvedor Ruby bem conhecido, especialmente por causa do seu blog Igvita.com onde encontramos alguns dos artigos tecnicamente mais ricos e ainda assim de fácil compreensão, não só em torno de aplicações Rails, mas tudo que se relaciona com ele, incluindo drivers de banco de dados, análise de desempenho, integração de serviços e muito mais. Por causa disso ele foi premiado como Ruby Hero na RailsConf 2008 em Portland.

Ele também é o fundador do PostRank, um sistema de monitoramento em tempo real de engajamento social de mídia e plataforma de análise. Ele acabou de lançar um outro produto complementar chamado Analytics, outra ótima maneira de controlar os seus relacionamentos.

Você terá uma grande oportunidade de conhecê-lo no Rails Summit Latin America este ano. Não esqueça de se inscrever logo! Estamos apenas a mais alguns dias de distância!

AkitaOnRails: O que você mais gosta sobre a linguagem Ruby, o recurso ou conceito que “clica” para você?

Eu não consigo escolher apenas um atributo, pois como a maioria das coisas, geralmente é a soma das partes que compõe a experiência. E, na verdade, é o que eu mais gosto sobre Ruby: todas as peças “clicam” juntas. As decisões de design por trás da linguagem Ruby dão uma natureza incrivelmente maleável: é fácil estendê-lo, é fácil modificá-lo, é fácil fazê-lo funcionar da maneira que você precisa para trabalhar na sua aplicação. Rails é o principal exemplo disso, mas as centenas de outras estruturas construídas em cima de Ruby são todos exemplos dessa propriedade.

AkitaOnRails: Como um desenvolvedor Rails, o que é a coisa que você realmente gosta quando está codificando aplicações web?

A capacidade de ir do nada para um protótipo totalmente operacional, em uma xícara de café. Se você está olhando para uma aplicação Rails, ou uma rápida em Sinatra / Rails Metal, a enorme quantidade de recursos e plugins torna o processo divertido e imediatamente gratificante.

AkitaOnRails: Qual é a sua mais recente pesquisa ou interesse em desenvolvimento?

Muito do meu tempo é dedicado à investigação e criação de protótipos de instrumentos e abordagens de arquiteturas de software distribuído – desde mensagens, para balanceamento de carga, a bancos de dados. Combinado com o fato de que a maioria dos serviços que implantamos no PostRank são escritos em Ruby, significa também se aprofundar mais na compreensão das partes internas do Ruby, tentando otimizar a VM para uma arquitetura distribuída.

AkitaOnRails: Sobre o que é a sua palestra para o Rails Summit e quem são os tipos de desenvolvedores que se beneficiarão mais?

Nesta palestra vou cobrir as tecnologias emergentes por trás da “Real-Time Web” (XMPP, AMQP, PSHB, Webhooks). A adoção do Rails ao modelo RESTful liberou os dados dos aplicativos e nos permitiu definir serviços que poderiam facilmente falar uns com os outros, a Real-Time Web está indo um passo além: em vez de diferentes web-services se consultando o tempo todo, conectá-los através de interfaces push. Esta palestra terá início a partir do início e fornecerá uma visão geral de alto nível das tecnologias subjacentes. Saindo dela, você deve ser capaz de diferenciar e decidir sobre qual tecnologia se adaptará melhor às suas necessidades (não são todos iguais!).

Speaker Ilya Grigorik

Ilya Grigorik is a very well known Ruby developer, specially from his blog Igvita.com where one can find some of the most technically rich yet easily understandable articles surrounding not only Rails apps but everything that goes with it, including database drivers, performance analysis, services integration and much more. Because of that he was awarded Ruby Hero at RailsConf 2008 in Portland.

He is also the founder of PostRank, a real-time social media engagement monitoring and analytics platform. He just released another companion product called Analytics, another great way to keep track of your online engagements.

You will have a great opportunity to get to know him at Rails Summit Latin America this year. Don’t forget to Register! We’re just a few more days away!

AkitaOnRails: What do you like the most about the Ruby language, what feature or concept really “clicks” for you?

I can never pick any one attribute because as with most things, it is usually the sum of parts that makes up the experience. And in fact, that’s what I enjoy most about Ruby: all the parts click together. The design decisions behind the language give Ruby an incredibly malleable nature: it is easy to extend it, it is easy to modify it, it is easy to make it work in just the way you need it to work for your application. Rails is the premier example of this, but the hundreds of other frameworks built on top of Ruby are all examples of this property.

AkitaOnRails: As a Rails developer, what is the thing you really enjoy when you’re coding web apps?

The ability to go from nothing to a fully operational prototype with one cup of coffee. Whether you’re looking at a fully fledged Rails application, or a quick Sinatra / Rails Metal app, the sheer amount of resources, and plugins makes the process both fun and immediately rewarding.

AkitaOnRails: What are your most recent research or development interests?

A lot of my time is always dedicated to research and prototyping of tools and approaches for distributed software architectures – anything from messaging, to load balancing, to databases. Combined with the fact that most of the services we deploy at PostRank are written in Ruby, it also means delving deeper into understanding the internals of Ruby, and trying to optimize the VM for the distributed architecture.

AkitaOnRails: What is your Rails Summit talk about and who are the kind of developers that will benefit the most?

In this talk I will cover the emerging technologies behind the ’Real-Time Web" (XMPP, AMQP, PSHB, Webhooks). Rails adoption of the RESTful model liberated the data from the app and allowed us to define services that could easily talk to each other, the Real-Time Web is looking to go one step beyond that: instead of polling different web-services, it aims to connect them via push interfaces. This talk will start from the beginning and will provide a high-level overview of the underlying technologies. Coming out of it, you should be able to differentiate and decide on which technology suits your needs best (they are not all the same!).

Comments

comentários deste blog disponibilizados por Disqus