[Dica Rápida] Timeout no Heroku

2014 January 31, 21:14 h - tags: heroku learning rails

Ano passado, quando um projeto de cliente entrou em produção, ter esquecido disso me custou várias horas de muita tensão. Graças à ajuda rápida e precisa da equipe de suporte e desenvolvimento do Heroku (thanks @ped) conseguimos contornar a situação.

O Heroku continua sendo minha recomendação a todos os meus clientes. A menos que você tenha uma situação presente muito particular (e lhes garanto, são casos raros), 99% dos casos cabem como uma luva no Heroku. Portanto, na dúvida, vá de Heroku.

Porém, o Heroku tem algumas peculiaridades que você precisa conhecer. Caso ainda não tenha visto, reveja meu artigo Enciclopédia do Heroku que publiquei em Abril de 2012.

Uma em particular merece atenção especial porque a maioria sempre esquece disso. O Router do Heroku evoluiu bastante desde o começo e também desde a controvérsia da RapGenius que estourou no começo de 2013. Mas o artigo não é sobre isso. Alguns já devem ter tentado navegar numa aplicação pesada que colocou no Heroku e receber uma página com um erro genérico roxa do próprio Heroku e não saber o que é. Ou, se você investiu pesado em marketing e começou a receber toneladas de acesso (dezenas ou centenas de requests por minuto), ver seus dynos patinando sem saber porque.

Então aqui vai a dica. Use a gem rack-timeout e configure um timeout baixo, igual ou menor que 15 segundos (que, convenhamos, se uma request demora 15 segundos pra ser processada é porque ela é extremamente mal feita. Culpe seu código antes de culpar o Rails, o Heroku ou qualquer outra coisa).

Para instalar é muito fácil. Adicione à sua Gemfile:

1
gem 'rack-timeout'

Rode bundle pra instalar e crie o arquivo config/initializers/rack_timeout.rb com o seguinte:

1
2
3
if defined?(Rack::Timeout)
  Rack::Timeout.timeout = Integer( ENV['RACK_TIMEOUT'] || 12 )
end

Finalmente, configure sua aplicação no Heroku com o timeout que você quer, por exemplo:

1
heroku config:set RACK_TIMEOUT=10

E se você usa Unicorn, configure seu config/unicorn.rb com o seguinte:

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
# Based on https://gist.github.com/1401792

worker_processes 2

timeout 25

preload_app true

before_fork do |server, worker|
  if defined?(ActiveRecord::Base)
    ActiveRecord::Base.connection.disconnect!
    Rails.logger.info('Disconnected from ActiveRecord')
  end
end

after_fork do |server, worker|
  if defined?(ActiveRecord::Base)
    ActiveRecord::Base.establish_connection
    Rails.logger.info('Connected to ActiveRecord')
  end
end

Especial atenção à configuração de timeout. O timeout do Router do Heroku, por padrão, será sempre 30 segundos. Configure o timeout do Unicorn pra ser menor que 30 segundos (como no exemplo, 25 segundos), e configure o Rack Timeout pra ser menor ainda do que isso (no exemplo, 10 segundos).

Leia o README do Rack Timeout para mais detalhes, mas feito isso, se algum processamento levar mais do que 10 segundos para finalizar, ele vai estourar uma exception. E é isso que queremos, caso contrário o Router do Heroku vai cortar após os 30 segundos e não vai lhe dizer onde foi o problema, o gargalo que levou a dar um timeout acima dos 30 segundos.

Agora, você precisa de uma forma de ver o stacktrace gerado e para isso use uma opção simples como Exception Notification que você configura facilmente primeiro adicionando uma opção de envio de email à sua aplicação no Heroku como Sendgrid ou Mailgun, e então adiciona ao seu arquivo config/environments/production.rb algo como:

1
2
3
4
5
6
config.middleware.use ExceptionNotification::Rack,
  :email => {
    :email_prefix => "[Exception - MyApp] ",
    :sender_address => %{"no-reply" <no-reply@myapp.com.br>},
    :exception_recipients => [ENV['EXCEPTION_NOTIFICATION_EMAIL']]
  }

Ou então adiciona algo mais parrudo como Honeybadger. O importante é você receber esse stacktrace. Com essa informação você pode otimizar sua aplicação. Talvez seja o caso de otimizar uma query muito lenta, talvez faltem índices nas suas tabelas (veja a gem Bullet), talvez seja uma questão de adicionar Caching, talvez você devesse mover um processo demorado como uma tarefa assíncrona via Sidekiq. Enfim, existem diversas opções para melhorar o tempo de uma requisição para que ela fique dentro do que eu considero como "bom" (abaixo de 1 segundo) ou "ótimo" (abaixo de 100ms).

E falando em otimização de requests, outra excelente opção ao Unicorn para colocar no Heroku é o Phusion Passenger que, com o novo garbage collector e a implementação de Out-of-Band Garbage Collector, pode diminuir dramaticamente o tempo das suas requests.

O importante deste artigo: você precisa de informação antes de saber como agir. O timeout default do Router do Heroku não vai lhe dizer, mas o Rack Timeout pode ser o que falta para descobrir seu gargalo, então configure o quanto antes.

Comments

comentários deste blog disponibilizados por Disqus