Hal Fulton

Se você ainda não se inscreveu, não perca a oportunidade. Vá ao site oficial para se cadastrar agora mesmo! A conferência inicia no dia 29 de Agosto.

Este é o 6o ano consecutivo onde a Locaweb e eu organizamos mais uma grande Rubyconf no Brasil. Por alguns anos eu queria trazer um dos autores mais influentes da minha biblioteca: Hal Fulton, autor do The Ruby Way, um dos melhores livros para aprender Ruby.

Finalmente, ele está vindo pra cá! Ele será o palestrante que vai abrir o segundo dia da conferência no dia 30 de Agosto. Então não perca a oportunidade de conhecê-lo pessoalmente. Vamos conhecer um pouco mais sobre ele antes do evento.

"Sua palestra será sobre DSLs Externas, um conceito importante para ser dominado por todo programador Ruby. Se alguém está apenas começando com Ruby, poderia explicar quais são os requerimentos que ele deve entender o que você vai apresentar?"

Hal: Esta palestra não é especificamente relevante para Rails, embora certamente existam áreas onde uma solução "customizada" de parsing seja necessária. Você provavelmente vai usar mais este material se estiver desenvolvendo bibliotecas, ferramentas ou plugins. Se for um iniciante em Ruby, você ainda vai conseguir entender o tópico. Ajuda muito se tiver conhecimento genuíno em ciência da computação (ou pelo menos entenda o que "parsing" significa).

"Muitos desenvolvedores adorariam se tornar tão experientes e fluentes rm Ruby como você. Quais foram as dificuldades que teve que ultrapassar para se tornar um grande desenvolvedor? Algumas dicas para iniciantes em Ruby?"

Hal: As dificuldades de cada um serão diferentes. Uma das minhas maiores fraquesas é o "medo da complexidade." É por isso que embora eu seja um expert em Ruby, eu ainda seja um iniciante em Rails. (Sim, eles são diferentes! Ruby existia mais de 10 anos antes de existir um "Ruby on Rails.")

Meu melhor conselho é:

  1. Leia livros. Leia MUITOS livros. Não apenas livros do tipo "como se faz", mas livros baseados em teorias clássicas como Refactoring do Martin Fowler e Object-Oriented Software Construction do Bertrand Meyer. E (como um dos meus livros de ciência da computação recomendaram) leia Zen and the Art of Motorcycle Maintenance

  2. Passe por um curso de verdade se puder. Não há substituto para um professor humano que possa responder perguntas.

  3. Leia o código de outras pessoas, especialmente dos "melhores" desenvolvedores que puder encontrar.

  4. Faça pair-programming sempre que puder. Mesmo que a pessoa seja menos experiente do que você, você ainda vai aprender pela experiência.

  5. Contribua para projetos de código aberto sempre que achar tempo e tiver a capacidade.

  6. Experimente! Tente as ferramentas e bibliotecas e técnicas sobre os quais lê. Escreva pequenas ferramentas para seu próprio uso. Imite as idéias de outras pessoas e tente melhorá-las.

"Existem tantas tecnologias, boas práticas e tudo mais que são lançados o tempo todo. Na sua opinião pessoal, e talvez relacionado ao seu trabalho atual, quais são as tendências em tecnologia que acha que devemos prestar atenção no futuro próximo?"

Hal: Pergunta difícil! :) Obviamente tecnologias móveis estão se tornando mais importantes. Inter-operar e sincronizar entre diferentes dispositivos e aplicação é uma preocupação crescente.

Sobre quais tecnologias especificamente deveríamos observar -- isso é uma pergunta ainda mais difícil. Ninguém consegue ver o futuro. Em 2006, eu achava que RSS seria muito importante; mas ele não cresceu tanto quanto eu esperava.

Um amigo me deu uma regra para seguir: Espere até ouvir sobre uma nova peça de tecnologia pela terceira vez -- então vá e leia a respeito.

Além disso, eu tendo a ser mais favorável a soluções "abertas" de tecnologia (embora não possamos ignorar algumas das tecnologias menos abertas como o iOS da Apple)

comentários deste blog disponibilizados por Disqus