[Rails Summit 2009] Palestrante Arthur Zapparoli

2009 October 06, 09:03 h - tags: railssummit2009

Rails Summit 2009

English translation: click here

Arthur é Desenvolvedor de Softwares, trabalha com Ruby e Rails desde 2006. Atualmente trabalha para a startup brasileira Spix. É conhecido como @ArthurGeek na comunidade e publica artigos no seu blog no qual fala sobre assuntos relacionados à desenvolvimento.

Ele foi um dos que começou a evangelizar mais o Merb na comunidade brasileira, assim como o Git como versionador de controle.

AkitaOnRails: Como você encontrou Ruby/Rails, o que foi que mais te atraiu?

Conheci Rails na época da versão 0.13. Eu já trabalhava com Python, e adorava os recursos de uma linguagem dinâmica. Quando conheci o Rails, não me apaixonei por ele de cara, ainda gostava mais do Python. Nessa época, me envolvi com alguns “clones” do Rails para o Python (ironicamente, nenhum deles deu certo). Porém, como precisava de algo pronto para ser usado, acabei usando o Rails nos projetos da empresa onde trabalhava, e, com isso, precisei estudar Ruby da maneira certa. Depois disso, me apaixonei por Ruby e estou nessa até hoje. Claro que não abandonei o Python, mas hoje posso dizer que Ruby é minha linguagem favorita.

AkitaOnRails: Quais assuntos mais te interessam atualmente e porque?

Tenho um grande interesse pelo Rails 3, já que sempre gostei do Merb. Ruby 1.9 é algo que utilizo nos dias de hoje e estou sempre de olho nas novidades com relação à isto. Fora do mundo Ruby/Rails, me interesso bastante pelos “Document based databases” como CouchDB, e, principalmente o MongoDB. Tanto o Ruby 1.9 quanto o MongoDB é algo que utilizamos no dia-a-dia da empresa onde trabalho.

AkitaOnRails: Sobre o que trata a sua palestra e para que tipos de desenvolvedores é mais indicado?

A palestra se chama: “Git: Controle de versões do jeito certo” e abordará temas básicos, diferentes workflows e algumas dicas mais avançadas. É indicada para desenvolvedores que não usam nenhum controle de versões ou para aqueles que querem saber mais sobre como o Git pode ajudar no dia-a-dia de seu trabalho.

Speaker Arthur Zapparoli

Arthur is a Software Developer, works with Ruby and Rails since 2006. He currently works for a Brazilian startup Spix. He is known as @ArthurGeek in the community and posts articles in his blog, talking about topics related to software development.

He also began helping to evangelize more Merb in the Brazilian community as well as the Git version control system.

AkitaOnRails: How did you find Ruby / Rails, what attracted you the most?

I got to know Rails at the time of version 0.13. I’ve worked with Python, and loved the features of a dynamic language. When I met Rails, I didn’t fall in love with it right away, I still liked Python more. At that time, I got involved with some “clones” of Rails for Python (ironically, none of them worked for me). However, as I needed something ready to be used, I ended up using Rails in projects for the company where I worked, and, therefore, I had to study Ruby the right way. After that, I fell in love with Ruby and I’m with it today. Of course not I’ve not abandoned Python, but today I can say that Ruby is my favorite language.

AkitaOnRails: What topics interest you the most today and why?

I have great interest in Rails 3, as I always liked Merb. Ruby 1.9 is something that I use today and I’m always on the lookout for news regarding this. Outside the Ruby / Rails world, I’m very interested by “Document based databases” such as CouchDB, and especially MongoDB. Both Ruby 1.9 and MongoDB are things we use in a daily basis at the company where I work.

AkitaOnRails: What is your talk about and what kind of developers will benefit the most?

The talk is called “Git: Version control the correct way” and will address key topics, different workflows and some more advanced tips. It is recommended for developers who do not use any version control or for those who want to learn more about how Git can help in your daily workflow.

Comments

comentários deste blog disponibilizados por Disqus