Rails 1.2 RC1: Novidades em ActiveRecord, Action Pack e Active Support

2006 November 26, 15:25 h - tags: rails obsolete

Hoje no Riding Rails, Josh publicou uma série de 3 posts apontando algumas das modificações disponíveis no novo Rails 1.2 Release Candidate 1 sobre o qual expliquei no post anterior.

Novidades em ActiveRecord

Aqui estão algumas das pequenas mas notáveis funcionalidades acrescentadas na versão Rails 1.2 do ActiveRecord desde a versão 1.1. (compilado por Josh Susser)

Finding (Pesquisas)

Adicionado hash simples de condições ao #find que simplesmente converterá um hash para uma string de equiparidade/baseado em AND. Exemplo:

1
Person.find(:all, :conditions => { :last_name => "Catlin", :status => 1 })

É o mesmo que:

1
Person.find(:all, :conditions => [ "last_name = ? and status = ?", "Catlin", 1 ])

Isso torna mais fácil passar para as opções valores vindos de formulários ou outro local externo.

Adicionado find_or_initialize_by_x que funciona como find_or_create_by_x mas não salva o registro recém-criado.

Registros e arrays de registros estão limitados com ids.

1
2
Foo.find(:all, :conditions => ['bar_id IN (?)', bars])
Foo.find(:first, :conditions => ['bar_id = ?', bar])

Associações

Permite :uniq => true com associações has_many :through. É o equivalente de fazer um SELECT DISTINCT em SQL, mas em vez disso é feito em código Ruby.

Adicione registros a has_many :through usando <<, push e concat criando o registro de modelo de união (join model). Levanta uma exceção se o registro base ou a ser associado são novos pois ambos os ids são necessários para criar a associação. #build solta um erro porque não se pode associar um registro não-gravado. #create! recebe um atributo na forma de hash e cria ambos o registro associado e seu registro de modelo de união (join model) em uma transação.

Por exemplo:

1
2
3
4
5
# antes:
post.taggings.create!(:tag => Tag.find_by_name('finally')

# depois:
post.tags << Tag.find_by_name('finally')

E:

1
2
3
4
5
# antes:
transaction { post.taggings.create!(:tag => Tag.create!(:name => 'general')) }

# depois:
post.tags.create! :name => 'general'

Adicionado suporte a #delete a associações has_many :through.

has_one suporta as opções :dependent :destroy, :delete e :nullify.

Miscelânea

Suporte a trava em nível de linha (row-level locking) usando tanto a opção :lock do finder ou o método #lock!. Veja a documentação do ActiveRecord::Locking::Pessimistic para detalhes.

1
2
3
4
5
6
7
# Obtém um lock exclusivo na pessoa 1 para que possamos incrementar visitas de maneira segura.
Person.transaction do
  # SELECT * FROM people WHERE id=1 FOR UPDATE
  person = Person.find(1, :lock => true)
  person.visits += 1
  person.save!
end

Novidades no Action Pack

Como todo respeito ao repórter do Edge. aqui vão alguns pedaços saborosos do ActionPack no Rails 1.2 (CHANGELOG).
(compilado por Geoffrey Grosenbach)

Views

Agora podemos acessar atributos hierárquicos (atributos dentro de atributos) no RJS:

1
2
page['foo']['style']['color'] = 'red' 
# => $('foo').style.color = 'red';

Formulários agora usam blocos em vez de end_form_tag (notas do DHH):

1
2
3
4
<% form_tag(products_url) do %>
  <%= text_field :product, :title %>
  <%= submit_tag "Save" %>
<% end -%>

E quantos blogs você visitou que dizem “Last updated 60 days ago” (“Atualizado pela última vez há 60 dias”)? Anos e meses foram adicionados ao distance_of_time_in_words, então veremos “2 months ago” (“2 meses atrás”) ou talvez até “5 years ago” (“5 anos atrás”) a partir de agora.

Controllers

Exceções que não foram tratadas disparadas de qualquer lugar na sua aplicação causará o RAILS_ROOT/public/500.html a ser lido e mostrado em vez da mensagem estática “Application error (Rails)”. Então faça ele ficar bonito se ainda não o está usando.

Existe um novo método head(options = {}) para respostas que não tem corpo.

1
2
head :status => 404 # retorna uma resposta vazia com status 404
head :location => person_path(@person), :status => 201

Podemos declarar extensões de arquivos a partir de layouts. Tragam os plugins geradores de CSS, PDF e gráficos!

1
ActionController::Base.exempt_from_layout 'rpdf'

Recursos RESTful automaticamente recebem uma opção params[:format] que podem forçar um tipo de conteúdo. Se :format é especificado e encontra uma extensão declarada, esse tipo mime será usado em preferência ao cabeçalho “Accept”. Isso significa que podemos ligar a mesma ação para diferentes extensões e usar esse fato para determinar a saída (cheat sheet).

1
2
3
4
5
6
7
8
9
class WeblogController < ActionController::Base
  def index
    @posts = Post.find :all
    respond_to do |format|
      format.html
      format.xml { render :xml => @posts.to_xml }
      format.rss { render :action => "feed.rxml" }
    end
  end

Podemos também registrar nosso próprio tipo customizado de MIME. Eles serão automaticamente incorporados aos controllers, portanto podemos usá-los no respond_to e como extensões :format de arquivos.

1
2
Mime::Type.register(string, symbol, synonyms = [])
Mime::Type.register("image/gif", :gif)

Finalmente, ActionController.filter_parameter_logging torna mais fácil remover senhas, números de cartões de crédito e outras informações sensíveis de serem gravadas nos logs quando uma requisição é processada.

1
2
filter_parameter_logging 'password' 
# Não log campos que batam com 'password'

Roteamento e URLs

Roteamento (Routing) foi significamente reescrito para velocidade e consistência. Um dos benefícios é que podemos usar rotas nomeadas e rotas RESTful em nossos templates de mensagem (mailer).

1
2
3
4
class MyMailer < ActionMailer::Base

  include ActionController::UrlWriter
  default_url_options[:host] = 'my_site.com'

Testes

Agora assert_response suporta códigos simbólicos de status adicionais.

1
2
3
4
assert_response :success # You know this one
assert_response :ok
assert_response :not_found
assert_response :forbidden

Adicionado a regra assert_select para testes de seletores baseados em CSS (cheat sheet). Use isso em vez de assert_tag a partir de agora.

1
2
assert_select "a[href=http://assert_select_rules.com]", @item.url, "Deve ter um link" 
assert_select "div#products", nil, "Deve mostrar um produto div na página"

Deprecado

Veremos avisos quando rodarmos nossos suítes de testes. Aqui estão alguns que foram substituídos por uma sintaxe melhor:

  1. assert_tag → assert_select
  2. start_form_tag e end_form_tag → form_tag do end
  3. @cookies, @headers, @request, @response, @params, @session, @flash → cookies, headers, request, response, params, session, flash
  4. .png não é mais automaticamente adicionado a chamadas image_tag sem extensão

Novidades em Active Support

A seguir estão alguns dos menores, mas notáveis funcionalidades adicionados ao ActiveSupport ao Rails 1.2 desde o lançamento do Rails 1.1.
(compilado por Joshua Sierles)

Module#unloadable marca constantes que requerem descarregamento (unloading) depois de cada requisição. Exemplo:

CONFIG.unloadable

Clones Module#alias_attribute atributos de classe, incluindo seus getter, setter e métodos de pesquisa (query). Exemplo:

1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
class Email < ActiveRecord::Base
  alias_attribute :subject, :title
end

e = Email.find(1)
e.title    # => "Superstars"
e.subject  # => "Superstars"
e.subject? # => true
e.subject = "Megastars"
e.title    # => "Megastars"

Enumerable#sum calcula a soma dos elementos do array. Exemplos:

1
2
3
[1, 2, 3].sum
payments.sum { |p| p.price * p.tax_rate }
payments.sum(&:price)

Isso substitui:

1
payments.inject(0) { |sum, p| sum + p.price }

Array#to_s(:db) produz uma lista separada por vírgulas de ids. Exemplo:

1
Purchase.find(:all, :conditions => "product_id IN (#{shops.products.to_s(:db)})"

Module#alias_method_chain encapsula o padrão comum:

1
2
alias_method :foo_without_feature, :foo
alias_method :foo, :foo_with_feature

With alias_method_chain:

1
alias_method_chain :foo, :feature

Array#split divide arrays em um ou mais sub-arrays por valor ou bloco. Exemplos:

1
2
[1, 2, 3, 4, 5].split(3) => [[1, 2], [4, 5]] 
(1..10).to_a.split { |i| i % 3 == 0 }   # => [[1, 2], [4, 5], [7, 8], [10]]

Hash.from_xml(string) cria um hash a partir de um string XML, mudar os tipos dos elementos se possível. Exemplo:

1
2
3
4
5
6
Hash.from_xml <<-EOT
  <note>
    <title>This is a note</title>
    <created-at type="date">2004-10-10</created-at>
  </note>
EOT

… retornaria:

1
{ :note => { :title => "Isso é uma anotação", :created_at => Date.new(2004, 10, 10) } }

O pacote Builder foi atualizado para a versão 2.0. Mudanças incluem:

1
2
-- UTF-8 characters in data are now correctly translated to their XML equivalents
-- Attribute values are now escaped by default

Comments

comentários deste blog disponibilizados por Disqus